Vinho, Gastronomia e Viagens

Vinhos Brancos de Uvas Tintas

Recentemente fiz uma enquete no Instagram (@vinhobasico) com essa pergunta:

Qual é a cor da Uva Pinot Grigio?

 

vinhos brancos de uvas tintas pinot grigio vinhobasico

Claro que a pergunta induzia a responder que a uva Pinot Grigio é branca, afinal, a maioria dos vinhos com a Pinot Grigio são brancos.

.

O fato é que a Pinot Grigio é uma uva vermelha acinzentada, por isso o nome Grigio (cinza, em italiano). 

Detalhe: as uvas Pinot Grigio e Pinot Gris são as mesmas uvas.

 

E como se faz vinhos brancos com uvas tintas?

.

O segredo da cor do vinho esta na casca

.

Os pigmentos que conferem cor ao vinho estão na casca. Quanto mais tempo o mosto fica em contato com a casca, mais cor a casca vai fornecer para o mosto.

.

Tempo* que a casca fica em contato com o mosto para a cor necessária:

Tintos: algumas semanas

Rosés: algumas horas

Branco: não fica em contato

*Cada uva tem um potencial de cor, portanto para cada vinho tem um tempo diferente.

 .

Quais são os vinhos brancos de uvas tintas?

Pinot Noir

Essa uva é mais famosa pelos espumantes brancos feitos com uvas tintas. O espumante branco feito com 100% de uva tinta (geralmente a Pinot Noir) são chamados de Blanc de Noir.

.

Alguns exemplos de espumantes nacionais:

Don Giovanni Blanc de Noir Brut

Região: Pinto Bandeira/RS

Don Giovani Blanc de Noir vinhobasico

Aracuri Collector Blanc de Noir Brut

Região: Campanha Gaúcha/RS

Aracuri Collector Blanc de Noir vinhobasico

A maioria vos vinhos brancos de Pinot Noir são espumantes, mas encontrei uma exceção:

Re Velado Pinot Noir Branco

Região: Vale de Casablanca / Chile

Re velado pinot noir branco vinhobasico

.

Merlot

Merlot é bem conhecida pelos seus vinhos tintos, mas uma vinícola nacional arriscou e produziu um Merlot Branco.

Merlot Branco Dunamis

Região: Campanha Gaúcha/RS

merlot-branco-dunamis-vinhobasico

.

Tempranillo

Encontrei esse vinho português branco com a uva Aragonez, que é um outro nome da uva Tempranillo.

Invisível Aragonez Branco Quinta da Ervideira

Região: Alentejo/Portugal.

invisivel aragonez branco quinta da ervideira vinhobasico

Não confunda o vinho branco da uva tinta Tempranillo com o vinho branco da uva Tempranillo Branco.

.

Syrah

Sim!! Tem vinho branco até de Syrah! Vi escrito White Syrah em uma carta de vinhos de um restaurante grego aqui de São Paulo e fiquei curiosa.

Domaine Evharis White Syrah

Domaine Evharis vinho branco syrah vinhobasico

.

Xinomavro

Que uva é essa? Uva tinta muito plantada na Grécia e na Macedônia! Vi esse rótulo em um restaurante grego aqui em SP. Claro que anotei pra pesquisar sobre ele depois e me deparei com uma uva tinta que produz vinhos brancos.

Imeros branco

Região: Noroeste da Macedônia

imeros-white-branco vinho grego vinhobasico

.

Malbec

Recebi essa dica lá no meu Instagram e confesso que foi uma novidade pra mim.

O vinho não chega a ser branco, ele é um pouco alaranjado.

Vicentin Blanc Malbec

Região: Mendoza / Argentina

vicentin malbec branco vinhobasico

.

E ai? Gostaram da minha seleção de Vinhos Brancos de Uvas Tintas? Qual das uvas tintas mais te surpreendeu?

Me conta aqui nos comentários!

E se você conhece algum vinho que não apareceu no post, comenta aqui pra eu conhecer!

 

 

12 Curiosidades sobre Espumante

O espumante é um dos tipos de vinhos mais democráticos. Tem para todos os gostos, todos os teores de açúcar (sem fazer feio), todas as cores, todos os bolsos e acompanha todos os tipos de refeição (da entrada à sobremesa).

capa curiosidade sobre espumante vinhobasico

Destaquei aqui 12 fatos e curiosidades sobre espumantes, mas antes de começar vou colocar a definição de espumante:

.

É o vinho cujo anidrido carbônico provém exclusivamente de uma segunda fermentação alcoólica do vinho e com teor alcoólico de 10% a 13% com uma pressão mínima de 4,0 atmosferas a 20ºC.

.

#1 Existem 3 métodos para produção de espumante

Para obter um espumante, o vinho base deve ser fermentado para a formação da perlage (aquelas bolhas do espumante). Essa segunda fermentação pode ser feita de dois métodos:

.

Champenoise

Também conhecido como método tradicional ou clássico, a segunda fermentação ocorre na garrafa.

Charmat

A segunda fermentação ocorre em tanques de inox e só depois é envasado. Em algumas literaturas esse método é chamado de Chaussepied.

Asti: Uma única fermentação

O método Asti é uma variação do método Charmat, mas consiste em uma única fermentação, gerando álcool e perlages de uma só vez.

.

#2 Nem todo espumante é Champagne (ou Prosecco)

Vamos começar já dizendo que nem tudo que borbulha é Champagne ou Prosecco. É muito comum usar os termos “champanhe” e “prosecco” para falar de um espumante. Vamos esclarecer algumas coisas:

.

Champagne

O Champagne é o espumante feito em Champagne (região da França) pelo método tradicional (champenoise) com as uvas permitidas em Champagne: Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunieur. Outras 4 uvas são permitidas (Arbane, Petit Meslier, Pinot Blanc and Pinot Gris), mas estas representam menos de 0,3% da produção de uvas de Champagne. 

Prosecco

O Prosecco é o espumante feito no Vêneto com a uva Glera, também conhecida por Prosecco. É feito pelo método charmat.

Cava

O Cava é o espumante da região de Penedés com as uvas Macabeo, Xarel-lo e Parellada. É feito pelo método tradicional. Falei um pouco sobre um cava nesse post aqui.

.

#3 Não é “A” Espumante e sim “O” Espumante

É comum ouvir “Vou tomar UMA espumante”, mas o correto é UM espumante, substantivo masculino.

O Volp traz champanhe como substantivo masculino e feminino, portanto é permitido dizer “O” champanhe ou “A” champanhe.

.

#4 Espumantes brancos podem ser feitos de uvas tintas

Uma das uvas de Champagne é a Pinot Noir, uma uva tinta. Um espumante branco pode ser feito 100% com a uva Pinot Noir. O termo usado para um espumante feito com uvas tintas é Blanc de Noir.

.

#5 Blanc de Blancs é só com uva branca

Quando encontrar um rótulo com a descrição Blanc de Blancs, se trata de um espumante branco feito exclusivamente com uvas brancas. Em geral, esses vinhos são produzidos 100% com a uva Chardonnay.

.

#6 É um tipo de vinho que vai bem do começo ao final da refeição.

Harmonizam da salada à sobremesa.

.

Não é uma regra, mas uma sugestão da ordem poderia ser:

  • Entrada: Brut/Nature elaborado pelo método Charmat.
  • Prato Principal: Brut/Nature elaborado pelo método Champenoise.
  • Sobremesa: Moscatel (são elaborados pelo método Asti).

Observação: para “harmonizar” vai depender muito dos pratos escolhidos. 

.

#7 A pressão de uma garrafa é superior a 4atm

Um dos fatores que classifica um espumante é a pressão, que deve ser acima de 4 atm. Uma pressão de 4 atm pode causar um bom estrago, por isso, cuidado ao abrir uma garrafa de espumante. A gaiola, aquele arame que segura a rolha, está lá justamente para a garrafa não expulsar a rolha, então, a partir do momento que a gaiola é retirada, a atenção deve ser redobrada para evitar acidentes. 

Para ter uma ideia do que é 4 atm:

  • Panela de pressão de 4 litros: 2,0 atm (temperatura acima de 100 graus Celsius)
  • Pneu de caminhão: 4 atm (depende do pneu).

Não precisa se apavorar, mas é bom manipular com cuidado. Não aponte a garrafa em direção às pessoas, animais, objetos (cuidado com lâmpadas e lustres!!).

.

#8 Em geral, o espumante não é safrado

Você já deve ter percebido que, geralmente não tem o ano da safra no rótulo do espumante. Isso acontece porque o enólogo faz cortes com diferentes safras para manter o padrão do espumante ano a ano.

.

#9 O termo Brut encontrado nos espumantes diz respeito ao teor de açúcar

Teor de açúcar do espumante, de acordo com a descrição do rótulo.

Nature: até 3g

Extrabrut: superior a 3g e até 8g

Brut: superior a 8g e até 15g

Sec (ou seco): superior a 15g e até 20g

Demi-sec (meio-seco ou meio-doce): superior a 20 e até 60g

Doce: superior a 60g

.

Tem um post completo aqui falando sobre o teor de açúcar dos vinhos e espumantes.

De acordo com a legislação brasileira, esses níveis de açúcar devem estar descritos no rótulo.

.

#10 No Brasil, há um espumante que pode ser chamado de Champanhe

A Vinícola Peterlongo possui um espumante que pode ser chamado de Champanhe. O Recurso Extraordinário 78.835 concedeu de maneira irrevogável o direito do uso do termo Champagne em alguns de seus rótulos. A Vnícola Peterlongo foi a pioneira na produção de espumantes no Brasil, em 1915.

.

#11 Existem espumantes tintos

Não é muito comum, mas existe. Aqui no Brasil, duas vinícolas já produziram espumante tinto com a uva Merlot: Estrelas do Brasil e Guatambu.

A vinícola Viapiana (Flores da Cunha-RS) acabou de lançar um espumante tinto elaborado 100% com a uva Gamay. A Viapiana é uma vinícola que vende seus vinhos direto para o consumidor final. Tem um post aqui que eu falo sobre comprar vinhos direto das vinícolas.

.

#12 Os espumantes brasileiros estão entre os melhores do mundo

Pode comprar sem medo! Temos espumantes de todos os métodos (veja item #1), todos os teores de açúcar (item #9) e todas as cores (#11). Recebem vários prêmios mundiais e são elogiados mundo afora. Não tenha medo de comprar espumantes nacionais baratos, temos excelentes opções, aliás, fiz um post com 10 espumantes nacionais por até R$50. Se você não sabe por onde começar, vale a pena conferir.

Garibaldi é conhecida como a capital nacional do espumante.

Farroupilha é a capital nacional do Moscatel. 

A Região do Vale do Rio São Francisco produz excelentes espumantes.

 

 

COMENTEM aqui sugestões de espumantes! Compartilha comigo pra eu saber!!!

 

Salton Virtude Chardonnay 2014

Salton Virtude Chardonnay 2014

O Vinho Salton Virtude é feito com a uva chardonnay com passagem em barricas de carvalho francês e americano. É um oaked chardonnay com uvas da região da Campanha Gaúcha colhidas manualmente.

salton virtude chardonnay 1 vinhobasicosalton virtude chardonnay 2 vinhobasico

O vinho tinto da foto é o Doppio Lote 1 Quinta Don Bonifácio

Salton Virtude Chardonnay 2014 (1)

O que eu achei do vinho?

Conheci esse vinho em 2015 quando visitei a vinícola pela primeira vez. Comprei algumas garrafas, entre elas um Salton Virtude Chardonnay. Quando bebi fiquei encantada com o vinho, é um branco mais encorpado comparado a outros brancos. Cheguei a mostrar ele no Instagram. Desde então, sempre fico de olho para comprar esse vinho.

Dessa vez experimentei o vinho prestando bastante atenção.  Os aromas de frutas amarelas mais maduras (principalmente o abacaxi) e as notas do carvalho (baunilha, chocolate branco) podem ser bem reconhecidas até pra quem não tem muita experiência com aromas do vinho. A cor é típica de um chardonnay amadeirado: amarelo palha mais escuro, mas não chega a ser dourado.

Amo esse vinho e recomendo a todos, sempre fico de olho nas promoções porque não é um vinho barato para o dia a dia, mas é um vinho que vale a pena pela experiência de provar um vinho branco nacional com alto nível de qualidade. Já comprei, indiquei, comprei de novo e comprarei novamente com certeza.

 

Dicas de Harmonização

Pratos mais encorpados a base de manteigas, queijos, creme de leite. Tem mais dicas aqui.

Minha sugestão: Crepe de cogumelos na manteiga ou sobrecoxa assada.

 

Quanto?

O preço médio desse vinho é de R$70 a R$100,00. Paguei R$42 em uma promoção do Pão de Açúcar.

Onde?

Comprei no Pão de Açúcar.

 

Pra quem quiser conhecer outros vinhos nacionais no estilo do Salton Virtude Chardonnay, tem um post com várias sugestões aqui com diferentes preços.

 

Este produto foi adquirido pela autora do post.