Vinho, Gastronomia e Viagens

Blends Famosos

Os Blends ou vinhos de corte são vinhos que possuem mais de uma uva em sua composição. É uma prática muito comum no mundo dos vinhos, pois dessa forma é possível extrair o melhor de cada uva pra compor o vinho. Tem um post explicando sobre blends e varietais aqui.

 

blend tintoblend branco

 

Misturar as uvas deu tão certo, que muitos vinhos ficaram famosos pelos seus cortes:

 

Champagne

O espumante mais famoso do mundo é, na maioria das vezes, um blend com as uvas: 

 

Cava

Espumante feito na Espanha na Região de Penedès (falei um pouco sobre Cava aqui) é um blend com as uvas:

  • Macabeo
  • Parellada
  • Xarel-lo

 

Bordeaux

Um Bordeaux pode ser Tinto ou Branco. O corte de Bordeaux é um blend com as uvas:

Tinto

Branco

  • Semillion
  • Sauvignon Blanc
  • Muscadelle

 

GSM

O corte da região do Vale do Rhône, é um blend com as uvas:

 

Châteauneuf-du-Pape

Quando encontrar esse nome no rótulo, saiba que a garrafa pode conter até 13 variedades de uvas:

  • Grenache
  • Syrah
  • Mourvèdre
  • Cinsault
  • Counoise
  • Vaccarèse
  • Muscardin
  • Picpoul
  • Terret Noir
  • Clairette (da casca clara)
  • Bourboulenc
  • Roussanne
  • Picardan

 

Rosé da Provence

Os famosos Rosés da Provence podem ser feitos com as seguintes variedades:

  • Syrah
  • Grenache
  • Cinsault
  • Tibouren
  • Mourvèdre
  • Carignan
  • Cabernet Sauvignon

 

Rosé d’Anjou

Outro rosé famoso da França, também é elaborado a partir de um blend de uvas, que podem incluir:

 

Côte-Rôtie

Os tintos de Côte-Rôtie são produzidos com a uva Syrah, mas os produtores têm permissão de adicionar até 20% de Viognier (uva branca) para perfumar o vinho e aumentar a acidez.

 

Amarone Della Valpolicella

  • Corvina
  • Molinara
  • Rondinella

 

Chianti

O Chianti Clássico é composto por 80% a 100% da uva Sangiovese, mas outras variedades são permitidas (no máximo 20%):

  • Canaiolo
  • Colorino
  • Cabernet Sauvignon
  • Merlot

Desde 2006 as uvas brancas foram banidas do Chianti Clássico.

 

Supertoscanos

Uvas permitidas nos Supertoscanos:

  • Sangiovese
  • Merlot
  • Cabernet Sauvignon
  • Cabernet Franc
  • Syrah

 

Meritage

Meritage é um blend americano com as uvas de Bordeaux. Existe Meritage Branco e Tinto:

 

Meritage Branco

  • Semillion
  • Sauvignon Blanc
  • Muscadelle

 

Meritage Tinto

  • Cabernet Sauvignon
  • Cabernet Franc
  • Merlot
  • Petit Verdot
  • Malbec
  • Carménère

Para ser um Meritage, nenhuma uva pode compor mais de 90% do vinho.

 

Tem ainda os blends dos vinhos portugueses, mas esse é um capítulo a parte, pois eles são especialistas em vinhos de corte. Vou fazer um post só pra eles!

 

O nome das uvas no rótulo é um costume dos produtores de vinhos do Novo Mundo, por isso, em muitos rótulos dos vinhos do Velho Mundo (França, Itália, por exemplo) encontramos o nome da região. Agora vocês já sabem quais uvas podem estar dentro da garrafa quando aparecer esses nomes no rótulo!

 

10 palavras básicas no mundo dos vinhos

Existem muitos termos que são comuns quando falamos de vinhos. Selecionei 10 que considero importantes:

 

#1 Acidez

A acidez é uma das sensações que sentimos na língua. No vinho, é a acidez que dá o frescor e a vivacidade. 

 

#2 Tanino

O tanino é um componente presente nas sementes, cascas e engaços (os “cabinhos”) da uva. O tanino traz aquela sensação de secar, “amarrar” a boca como se tivesse comendo uma banana verde ou tomando um chá preto. 

 

#3 Amargor

O Amargor é uma das sensações percebidas pela língua, assim como a acidez. No vinho, o amargor não é muito bem vindo.

 

#4 Corpo

Quando se fala do corpo de um vinho, estamos falando da estrutura dele em relação ao álcool, tanino e acidez. Um vinho com mais estrutura é um vinho com mais corpo.

 

#5 Aroma

O aroma é o conjunto de sensações percebidas por via nasal (nariz) ou retronasal (nariz e boca). Os aromas podem ser:

  • Primários: aromas que vêm da uva (não é aroma “de” uva) ;
  • Secundários: aroma que surgem por causa da fermentação
  • Terciários: aroma que surge com o envelhecimento.

 

Não confundir aroma com buquê. O buquê é formado pelos aromas terciários em conjunto com os aromas primários e secundários. Vinhos jovens não têm buquê.

 

#6 Varietal

Varietal é o vinho que contém apenas uma uva (uma variedade). Tem post completo aqui.

 

#7 Corte

Um vinho de corte, também chamado de blend ou assemblage, é um vinho que contem mais de uma variedade de uva. Tem post completo aqui.

 

#8 Tranquilo

Vinhos tranquilos são vinhos que não “borbulham”, vinhos que não são espumantes, nem frisantes.

 

#9 Perlage

Perlage são as bolhas, as “bolinhas” dos espumantes e frisantes.

 

#10 Terroir

O terroir é o conjunto de fatores responsáveis para a obtenção de boas uvas: clima, solo, umidade, altitude, topografia, fatores humanos. Se a mesma uva, por exemplo a Cabernet Sauvignon, for plantada em duas regiões diferentes, os vinhos serão diferentes pela diferença do terroir.

 

Se tiver alguma dúvida sobre essas e outras palavras usadas no mundo dos vinhos, deixa aqui nos comentários, ou nas redes sociais.

 

Para saber mais, acesse o Glossário. Estou atualizando constantemente e incluindo palavras novas.

Varietal, Corte, Assemblage e Blend

Muitas vezes encontramos algumas descrições no rótulo do vinho que podem gerar algumas dúvidas. Afinal, o que significa Varietal, Corte, Assemblage e Blend?

Aqui vai uma breve explicação:

 

Varietal

É chamado de Varietal o vinho que possui apenas uma variedade de uva. 

 

Rótulos de Vinhos Varietais
Rótulos de Vinhos Varietais

 

No rótulo:

  • Quando está escrito o nome de apenas uma uva, se trata de um vinho varietal
  • Quando está escrito que é um varietal, se trata de um vinho com apenas uma uva

Até agora está fácil, o problema é que essa regra não é regra em todos os lugares.

 

“Variações” do Varietal:

Em alguns países é permitido ter mais de uma uva em vinhos varietais, desde que contenha o mínimo exigido da uva principal. No Brasil, um vinho varietal deve conter pelo menos 75% da uva descrita no rótulo.

Para se destacar, alguns produtores colocam no rótulo “100% Varietal” ou “Monovarietal” quando o vinho for produzido com apenas uma uva.

 

 

Corte

Os vinhos de corte são vinhos com mais de uma uva. Também são chamados de assemblage (em francês), blend (em inglês) ou lote (em Portugal).

Rótulos de Vinhos de Corte
Rótulos de Vinhos de Corte

Vinhos de regiões, vinhedos ou safras diferentes também podem ser chamados de corte.

Os motivos para cortar (misturar) vinhos pode ser redução de custos ou melhorar a qualidade do vinho, utilizando uvas com características diferentes para complementar umas as outras. O corte também é como uma arte para o enólogo que extrai o melhor de cada uva, de cada safra, para poder fazer um vinho equilibrado, diferente e exclusivo.

 

E qual é melhor?

Há quem prefira os varietais e há quem goste da diversidade dos cortes, mas não existe melhor ou pior, não tem a ver com qualidade e sim com gosto pessoal. Um vinho com as características marcantes de uma determinada variedade de uva ou o vinho com o melhor de muitas uvas podem agradar e surpreender.

 

E vocês? Têm alguma preferência?