Já falei no post da Chardonnay sobre a versatilidade dessa uva. Um dos pontos que mais chama a atenção é o fato de ser uma das poucas uvas brancas que possuem estrutura para guarda e amadurecimento em barricas de carvalho. Para estagiar em barricas, o vinho precisa ter potencial de envelhecimento. Alguns vinhos têm potencial de guarda de mais de 8 anos.

winery-2110737_1920

Cada produtor elabora o vinho de acordo com seus critérios, no entanto, o vinho possui um estilo característico.

 

Análise Sensorial

Visual

Por causa do estágio na barrica, a coloração vai do palha (menos tempo) ao amarelo dourado (mais tempo).

chardonnay amadeirado cor vinhobasico

Olfativo

Além dos aromas da chardonnay (abacaxi, maçã, carambola), é possível perceber aromas provenientes do estágio nas barricas (baunilha, côco, chocolate branco). Alguns vinhos podem passar por fermentação malolática durante o processo, conferindo aromas amanteigados, doce de leite, iogurte.

chardonnay amadeirado aroma vinhobasico

Gustativo

O chardonnay amadeirado é um vinho com mais corpo, em relação ao chardonnay sem madeira. Além disso, tem boa acidez, deixando o vinho vivo e fresco.

chardonnay amadeirado boca vinhobasico

Regiões

É possível encontrar esse estilo de vinho em várias partes do mundo. Os mais famosos, são os Brancos da Borgonha (França), mas também podem ser encontrados na Argentina, Chile, Califórnia, Sul da Austrália e Brasil (estes com preço mais acessíveis).

 

Harmonização com Chardonnay Amadeirado

 

Peixes e Frutos do Mar

Esse é um vinho branco que acaba com o mito “vinho branco com peixes”. Por ser um vinho com corpo, que “enche a boca”, os peixes/ frutos do mar leves não são os mais adequados, como tilápia, peixes crus (sushi, sashimi), ostras. Sugiro peixes mais gordos, como salmão, atum e anchova grelhados, assados, cozidos (qualquer jeito que não seja cru). Frutos do mar: lagosta na manteiga, camarões.

 

Carnes

Carne bovina: sugiro o filé mignon com manteiga de ervas.

Frango: Mais suculentos, como coxa e sobrecoxa.

Suína: Pernil, lombinho, picanha suína

 

Massas, Risotos, Quiches

Molhos cremosos e amanteigados a base de queijos, cream cheese, molho bechamel, manteiga com ervas. Se quiser um molho de tomate, sugiro tomates cerejas frescos ou confitados.

 

Entrada

Esse é um vinho que pode ir muito bem com um prato principal, mas se você quiser servi-lo na entrada, não fique só nas folhas e legumes frescos. Aposte em uma entrada mais “encorpada”, com molhos cremosos, maioneses, terrines, cogumelos na manteiga (shimeji, shitake, paris). E não se esqueça: na hora de servir o vinho do prato principal (depois de um chardonnay amadeirado na entrada), aposte em rótulos bem encorpados, para não deixar o vinho principal parecer “sem graça” perto do vinho da entrada.

 

PS: Essas dicas de harmonizações são as minhas sugestões, mas você pode ficar a vontade com a harmonização que mais te agrada #bebaoquetefazfeliz.

 

O que vocês acham desse estilo de vinho? A madeira combina com vinho branco ou deveria ser usada só para vinhos tintos??

 

Na tag chardonnay amadeirado, você encontra as resenhas dos vinhos que já bebi e algumas sugestões de rótulos nacionais.