Com a alta dos impostos, do dólar e, consequentemente, do preço dos vinhos, fica difícil não sentir os impactos no bolso, e como “beber menos vinho” não é uma opção das mais agradáveis, vou deixar aqui 4 dicas que eu uso para economizar na compra:

.

1. Clube de assinatura

O clube de assinaturas de vinho funciona assim: você paga uma mensalidade fixa e recebe uma quantidade de vinhos por mês na sua casa. O valor varia de acordo com o nível do vinho e a quantidade de garrafas que você vai querer receber. Esta é uma ótima forma de economizar se você gosta de conhecer novos rótulos, uvas e produtores. Geralmente são bem selecionados por algum enólogo e/ou sommelier e têm um preço menor do que se comprado fora do clube. Por exemplo, se um vinho custa R$ 28,00/garrafa em um clube de assinatura, ele pode custar R$ 35,00 se comprado fora do clube (estes valores são apenas para exemplo).

 

2. Cartão de Crédito

Algumas bandeiras de cartão de crédito possuem convênios e parcerias com sites dando vantagens e descontos exclusivos para quem compra com o cartão especificado. Vale a pena verificar se o seu cartão te dá esse tipo de desconto e ficar atento às condições e restrições.

 

3. Comprar no “atacado”

Algumas importadoras, lojas e sites vendem vinhos por um preço menor, quando comprados em maior quantidade do mesmo vinho, outras estipulam um valor mínimo de compra para conceder este desconto. Dica: para não ficar com muitos vinhos iguais, chame os amigos para dividir os vinhos e a conta!

 

4. Fidelidade: Sites, lojas, supermercados

Ter cadastro em sites pode te dar alguma vantagem, por exemplo, receber alertas e descontos exclusivos por e-mail, promoções rápidas ou frete grátis. Outra opção é ter cadastro em supermercados, pois as vezes concedem descontos em vinhos para clientes cadastrados.

 

Alguém tem mais alguma dica?